Agronegócio

Uso de estufas de ar forçado na precisão da determinação do grau de umidade de sementes

Uso de estufas de ar forçado na precisão da determinação do grau de umidade de sementes

O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a precisão de estufas do tipo convecção gravitacional e mecânico de ar forçado na determinação do grau de umidade de sementes. Foi desenvolvido um sistema automático de coleta de dados via microcomputador, que monitorou diversos sensores de temperatura distribuídos igualmente entre as prateleiras do equipamento. Foi observado o comportamento do aquecimento das estufas, com e sem material, durante o período estabelecido para determinação do grau de umidade. Para determinação do teor de água das sementes utilizou-se a capacidade máxima do equipamento identificando-se a posição de cada recipiente. A estufa do tipo mecânico de ar forçado é mais indicada para determinação do grau de umidade das sementes. Há necessidade de avaliar-se a alteração das posições das resistências elétricas nas estufas poderia contribuir para uma distribuição mais uniforme da temperatura, no interior das mesmas.


Veja o artigo na integra clicando aqui.

Autores: Maria Ângela A. A. Tillmann e Sílvio Moure Cícero.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é ser necessário ser cadastrado
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos