Agronegócio

Avaliação do potencial fisiológico de sementes de sorgo pelo teste de envelhecimento acelerado

Avaliação do potencial fisiológico de sementes de sorgo pelo teste de envelhecimento acelerado

O teste de envelhecimento acelerado é um dos mais utilizados para a avaliação do potencial fisiológico das sementes. No entanto, a metodologia para as sementes de sorgo não está devidamente estabelecida, pois a literatura sugere diferentes condições de estresse, quanto a temperatura e o período de envelhecimento. Assim, essa pesquisa foi conduzida, com cinco lotes de sementes, do cv. Zeneca 822, para estudar a influência da associação de diferentes temperaturas e períodos de exposição das sementes (41°C/72 e 96 horas; 43 e 45°C/24, 48, 72 e 96 horas; 47°C/24, 48 e 72 horas), relacionando os resultados obtidos com os dos testes de germinação, primeira contagem da germinação, condutividade elétrica, de frio, cloreto de amônio e emergência das plântulas em campo. As combinações mais favoráveis de temperatura e de período de envelhecimento foram 41°C/96 horas e 43°C/72 horas; nessas condições, as sementes alcançaram, respectivamente, 24,6 e 23,9% de água.

 

Veja o artigo na integra clicando aqui.

Autores: Denise Mesa de Miranda, Ana Dionisia da Luz Coelho Novembre e Helena Maria Carmignani Pescarin Chamma

Atenção: Para comentar esse conteúdo é ser necessário ser cadastrado
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos