21/02
CME
BM&F

Soja
10,26 (21/02)
n.d.

Milho
3,69 (21/02)
34,24 (21/02)

Saúde Animal


Febre aftosa e volatilidade dos preços do produtor de carne suína

Visitas: 11917

Febre aftosa e volatilidade dos preços do produtor de carne suína
22/08/16 - 08:22 

Focos da doença aftosa voltaram a ser registrados no Brasil em 2004 e 2005, o que provocou embargos às exportações brasileiras de carne suína. Neste estudo, investiga-se a presença de volatilidade dos preços pagos ao produtor da carne suína, após o aparecimento da enfermidade. Por meio de um modelo GARCH, incorporado de uma variável indicativa da presença da febre aftosa no modelo, confirmou-se a hipótese de que a enfermidade provocou grande volatilidade nos preços da carne suína. Conclui-se que a febre aftosa causa dificuldades não apenas pelos prejuízos devidos ao embargo às exportações, mas também porque acentua a volatilidade dos preços internos, o que traz instabilidade no planejamento dos negócios e na renda dos produtores.

 

Veja o artigo na integra clicando aqui.

 

Autores: Thiago Fleith Otuki, Celso Leonardo Weydmann, Fernando Seabra


REVISTA DE ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Notícias relacionadas

22/02/17 » Ministério define calendário de emergência ambiental contra queimadas
22/02/17 » Rastreamento de frutas, legumes e verduras aumenta em 2016
22/02/17 » Encontro destaca tecnologia para plantio e qualidade das sementes
22/02/17 » Soja Plus foca em módulo ambiental e aumento de participantes
22/02/17 » Biodiversidade e serviços ecossistêmicos serão tema de livro

Comentários

Comente esse conteúdo preenchendo o formulário abaixo e clicando em enviar






- Opiniões expressas nesse ambiente são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representam o posicionamento do Portal Agrolink.

Até o momento não houve nenhum comentário para esse conteúdo.


Colunistas | Eventos  | Cadastre-se  | Agrotempo  | Feiras e Fotos  | Vídeos
Ip: 54.144.217.63 Cod: -1 Est: -1 Cid: -1

 
Fale Conosco
Em que podemos ajudá-lo?