Agronegócio

Embrapa apresenta novidades sobre reaplicação de agroquímicos após a chuva

O evento irá apresentar os resultados preliminares de trabalhos de investigação realizados do projeto de pesquisa

Por

Se o produtor aplica um tratamento e chove é necessário refazer a aplicação ou a planta está protegida? Qual a intensidade da chuva que requer uma nova aplicação do produto? Essas e muitas outras são dúvidas de produtores e técnicos quando o assunto é proteger a planta de doenças e pragas. Para auxiliar a otimização e tornar o processo mais eficiente e eficaz, a Embrapa Uva e Vinho promove no dia 23 de fevereiro Tarde de Campo sobre a necessidade de reaplicação de produtos fitossanitários após a chuva na cultura da macieira, na Estação Experimental de Fruticultura de Clima Temperado, em Vacaria (RS).

O evento, com inscrições gratuitas, irá apresentar os resultados preliminares de trabalhos de investigação realizados ao longo de três anos no âmbito do projeto “Pesquisa e transferência de tecnologias para o manejo de pragas no sistema de produção integrada da macieira, morangueiro, pessegueiro e videira na região Sul do Brasil”, com o suporte financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). As recomendações técnicas visam orientar o setor produtivo sobre a interferência da chuva nos efeitos dos tratamentos e como minimizar as perdas de produtos e a contaminação do meio ambiente.

Abrindo a programação de palestras, o pesquisador Sílvio Meirelles irá abordar os diferentes sistemas de aplicação de produtos fitossanitários. Na sequência, os pesquisadores Régis dos Santos e Luciano Gebler falam sobre o efeito da chuva na lavagem dos produtos e na contaminação do meio ambiente, respectivamente. Encerrando o evento, os participantes poderão acompanhar a demonstração do efeito da chuva sobre os defensivos agrícolas com a utilização de um simulador de chuvas.

As inscrições devem ser feitas previamente pelo telefone (54) 3455-8086.

Serviço:

O que: Dia de Campo sobre Necessidade de reaplicação de produtos fitossanitários após a chuva
Dia: 23 de fevereiro
Local: Estação Experimental de Fruticultura de Clima Temperado da Embrapa Uva e Vinho, em Vacaria – RS
Programa:

13h30 – Recepção

13h45 – Sistemas de aplicação de produtos fitossanitários

14h45 – Efeito da chuva na lavagem dos produtos fitossanitários

15h15 – Efeito da chuva na contaminação do ambiente

15h45 – Demonstração do efeito da chuva sobre os produtos fitossanitários

17h30 - Encerramento

Se o produtor aplica um tratamento e chove é necessário refazer a aplicação ou a planta está protegida? Qual a intensidade da chuva que requer uma nova aplicação do produto? Essas e muitas outras são dúvidas de produtores e técnicos quando o assunto é proteger a planta de doenças e pragas.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é ser necessário ser cadastrado
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos