Agronegócio

Com apoio da Sead, Ufersa e Emater investem em tecnologias para o semiárido

Recursos da Sead ajudarão Emater e universidade a desenvolver tecnologias de convivência com o semiárido

A Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) e o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) assinam nesta quarta-feira (11/01), em Mossoró, no Rio Grande do Norte, Termo de Cooperação Técnica e Científica para a execução do Projeto Desenvolvimento de um Modelo de Implementação de Tecnologias de Convivência com o Semiárido. O projeto tem valor de R$ 3 milhões e conta com recursos da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead).

A parceria prevê a constituição de um comitê gestor composto por servidores da Ufersa e da Emater-RN (02 coordenadores, 06 supervisores e 02 gestores administrativos), cabendo a esse comitê a definição do plano de atividades, localidades beneficiadas e metas a serem alcançadas, bem como a seleção da equipe técnica para as atividades de campo. O projeto terá duração de dois anos e será desenvolvido em vários municípios do Rio Grande do Norte. 

Caberá a Ufersa arcar com todas as despesas de contratação dos estudantes bolsistas, técnicos especializados e demais profissionais, além de disponibilizar suporte administrativo, acadêmico e laboratorial. A universidade acompanhará in loco as atividades extensionistas desenvolvidas pelo projeto e supervisionadas pela Emater, processando dados dos experimentos para publicação em periódicos científicos. 

Caberá a Emater indicar as áreas mais apropriadas para a execução do projeto levando em consideração as necessidades técnicas de pesquisa e das atividades de extensão. O instituto também acompanhará a atuação dos bolsistas nas atividades de campo, com apoio logístico e operacional, além de emitir relatórios mensais das atividades. O projeto terá vigência de janeiro de 2017 a abril de 2019, podendo ser prorrogado por igual período.

A solenidade de assinatura está programada para acontecer às 15h, no Auditório da Estação das Artes, entre o reitor da Ufersa, professor José de Arimatea Matos, e a diretora da Emater, Cátia Araújo Lopes Muniz. O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, também deve participar da cerimônia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é ser necessário ser cadastrado
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos