Agronegócio

Algodão/Cepea: Baixa oferta pode sustentar preço da pluma no início do ano

Concentração da pluma na “mão” de poucos agentes traz incertezas

O menor volume colhido na safra 2015/16, o comprometimento de vendedores brasileiros com a entrega de algodão já contratado e o baixo estoque de passagem da safra 2015/16 têm alicerçado a expectativa de sustentação nos preços da pluma nos primeiros meses de 2017, segundo pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP.

A concentração da pluma na “mão” de poucos agentes, especialmente de tradings, também traz incertezas quanto à oferta do produto ao mercado interno.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é ser necessário ser cadastrado
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos