Agronegócio

Comparação entre o envelhecimento acelerado e a deterioração controlada de sementes de soja

Comparação entre o envelhecimento acelerado e a deterioração controlada de sementes de soja

Com o objetivo principal de comparar os testes de envelhecimento acelerado e deterioração controlada na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de soja, v. IAC-15, utilizaram-se três lotes de sementes, previamente armazenadas em condições normais de ambiente e, além do envelhecimento acelerado e da deterioração controlada, efetuaram-se observações referentes a germinação, primeira contagem do teste de germinação, condutividade elétrica e grau de umidade. Os resultados obtidos permitiram verificar, ainda que para um número restrito de amostras utilizadas neste trabalho, a possibilidade da identificação de diferenças na qualidade de sementes através do teste de deterioração controlada. Este se revelou menos drástico que o de envelhecimento, mas há necessidade de atenção especial para o processo de ajuste preliminar do grau de umidade das sementes, de modo a não prejudicar sua qualidade fisiológica.

 

Veja o artigo na integra clicando aqui.


Autores: C.A.V. Rosseto & J. Marcos Filho

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é ser necessário ser cadastrado
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos