20/01
CME
BM&F

Soja
10,70 (20/01)
n.d.

Milho
3,66 (20/01)
34,50 (20/01)

AgrolinkFito


Ocorrência de formigas cortadeiras na região da depressão central do RS

Visitas: 5638

Ocorrência de formigas cortadeiras na região da depressão central do RS
13/10/16 - 09:00 

Com o objetivo de identificar as espécies de formigas cortadeiras que existem na região da Depressão Central do Estado do Rio Grande do Sul, de verificar sua predominância e distribuição geográfica, realizou-se um levantamento em 51 municípios. Foram coletadas 40 amostras de formigas de cada município no segundo semestre de 1999. A identificação das formigas e a interpretação dos dados foi realizada no Departamento de Fitossanidade da Faculdade de Agronomia “Eliseu Maciel” da Universidade Federal de Pelotas. Na análise das 2.058 amostras de formigas, constatou-se a presença de: Atta sexdens piriventris Santschi, 1919; Acromyrmex laticeps (Emery, 1905);  Acromyrmex crassispinus (Forel, 1909);  Acromyrmex heyeri (Forel, 1899);   Acromyrmex lundi (Guerin, 1838); Acromyrmex ambiguus (Emery, 1887);  Acromyrmex striatus (Roger, 1863);   Acromyrmex lobicornis (Emery, 1887); Acromyrmex coronatus (Fabricius, 1804) e   Acromyrmex landolti balzani Emery, 1890. As espécies predominantes foram Acromyrmex  lundi,   Atta  sexdens  piriventrisA. ambiguus, A. heyeri, A. striatus e A. laticeps, representando, respectivamente, 23,91%, 22,89%, 16,86%, 14,04%, 6,85% e 6,70% do total amostrado, ocorrendo em 84,31%, 60,78%, 70,59%, 84,31%, 78,43% e 88,24% dos municípios, respectivamente. As demais espécies (A. crassispinus, A. lobicornis, A. landolti balzani e A. coronatus) foram pouco frequentes, representando juntas 6,27% do total, sendo por isso, consideradas de ocorrência rara nesta região.



Veja o artigo na integra clicando aqui.

 

Autores: Douglas D. Grürzmacher, Alci Enimar Loeck e Ane H. Medeiros.

 

 


Revista Ciência Rural

Notícias relacionadas

20/01/17 » Colheita de soja no Brasil chega a 2,2% da área, diz AgRural
20/01/17 » Produtores do Distrito de Irrigação de Ponto Novo comemoram liberação de outorga
20/01/17 » ADAB inaugura novo escritório no município de Riacho de Santana
20/01/17 » Instituto Biológico recebe curso sobre vida e manejo de abelhas nativas sem ferrão
20/01/17 » Missão de veterinários do Mapa vai avaliar serviço veterinário russo

Comentários

Comente esse conteúdo preenchendo o formulário abaixo e clicando em enviar






- Opiniões expressas nesse ambiente são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representam o posicionamento do Portal Agrolink.

Até o momento não houve nenhum comentário para esse conteúdo.


Colunistas | Eventos  | Cadastre-se  | Agrotempo  | Feiras e Fotos  | Vídeos
Ip: 54.147.244.185 Cod: -1 Est: -1 Cid: -1

 
Fale Conosco
Em que podemos ajudá-lo?